Nov 1, 2012

Attimo

Já faz mais de 2 meses, mas queria escrever mesmo assim. Pela primeira vez, saímos de casa só eu e maridão desde que o pequenino nasceu. Para alguns isso é besteira, eu sei. Por que é tão difícil assim? Não faz muito sentido sair de casa sozinhos ser um big deal. Bom, para mim era.

A escolha do lugar foi difícil! Com a proibição dos meus sushis semanais, a diabetes gestacional no final da gravidez, a dificuldade de locomoção, azias, enjôos no início, fiquei mais caseira e saía menos. A lista de lugares para conhecer só cresceu naqueles 9 meses!

O lugar escolhido foi o Attimo, do chef Rueda. A ideia dele é muito interessante, junta o conhecimento de massas com a comida de vovó do interior: ítalo-caipira. Simpático, né?

O couvert é delicioso, nada de pão com algumas coisinhas, patês e manteiga, esse é de respeito, com tomates defumados, torresmo e pães maravilhosos. A entrada de ovo caipira, aspargos e espuma de Grana Padano é fantástica. Eu que não sou muito fã de cogumelos, escondidinhos ali embaixo, devorei. Acho que eu poderia ficar falando aqui dos pratos por mais uns 3 parágrafos, mas não precisa, né? Basta dar um Google e há diversas reviews interessantes, detalhadas e com fotos lindas.

A maior surpresa para mim foi o contraste dos pratos com as sobremesas. Uma leveza surreal, combinação de texturas perfeita que me deixou com vontade de pedir um segundo doce! Tudo bem, me conformei em devorar quase metade da sobremesa do marido. Mas da próxima vez, vou guardar um espacinho a mais no compartimento das sobremesas.

Este post está meio romântico, né? Fui levada pela emoção de sair para comemorar? Talvez. Achei até difícil escrever sobre este restaurante, só indo mesmo. E fica a dica: é um lugar perfeito para levar os gringos que cansaram das churrascarias e feijoadas.

No comments: