Oct 1, 2012

Challah

Adoro fazer pães, e estava atrás de uma nova receita. Esqueci de incluir pão à lista de compras, então ontem a noite fui fazer um pão para ter o que comer no café da manhã de hoje.

A receita original, que rende 2 pães, você encontra no site Panelinha, da Rita Lobo. Aliás, este challah faz parte de um livreto bem interessante que qualquer um pode fazer download de graça lá também.

Claro que não seria uma receita minha sem pitado e alterações! Além da redução para a metade - já que 2 pães para 2 pessoas parecia uma enormidade e iam ficar velhos! - mudei alguns ingredientes: adicionei farinha integral, tirei o mel e troquei iogurte por leite. Também mudei um pouco algumas etapas do modo de preparo.

5g de fermento biológico seco
½ xícara de chá de água morna
¼ xícara de açúcar
1 xícara de farinha de trigo
1 xícara de farinha de trigo integral
1 ovo ligeiramente batido
1 colher (sopa) de óleo de canola
2 colheres (sopa) de leite integral
3 colheres (sopa) de manteiga derretida
1 colher (sopa) de azeite
1 colher (chá) de sementes de papoula
manteiga e farinha de rosca para untar

Em uma tigela, coloque um fundinho da água morna e o fermento. Os tabletes geralmente tem 15g, então usei 1/3 dele. Amasse com um garfo até ficar uma pasta, depois adicione o restante da água morna e o açúcar. Misture bem e deixe descansar por 15 minutos. Como ontem estava frio, eu deixei em cima do fogão, que estava morninho. A água tem que estar morna, mais ou menos na nossa temperatura. Se estiver muito quente, ela mata o fermento. Se estiver fria, o fermento não espuma. Nos dois casos, o pão pode virar sola de sapato.

Em um pote, misture o ovo, óleo, leite e manteiga derretida.

Em uma tigela grande, coloque as farinhas e a misturinha do fermento. Misture levemente com um garfo e adicione a mistura líquida (ovo, óleo etc). Misture bem com as mãos. Como a receita original não falava em sovar a massa, eu misturei por uns 5 minutos. Se algum entendedor de challah souber, por favor me diga se a massa é sovada ou não. Deixe descansando (pode ser no mesmo pode onde você misturou todos os ingredientes) por 1 hora.

Sobre uma superfície limpa, divida a massa em 3 pedaços. Eu usei uma tábua, então não polvilhei farinha de trigo, mas se você for fazer na pia, é melhor espalhar um pouco de farinha.

Deixe pronto ao lado uma forma untada com manteiga e farinha de rosca. Eu gosto mais da farinha de rosca do que a de trigo, pois o pão não fica esbranquiçado depois de assado. Mas pode usar qualquer uma.

Faça rolos de uns 30cm com cada pedaço. Junte as pontas e trance os rolos. No final, coloque as pontas para baixo. Coloque o pão na forma e deixe descansar por mais 30 minutos. Deixei descansando em cima do fogão, enquanto o forno pré-aquecia (180ºC).

Se você tiver um azeite com bico dosador, basta espalhar uns fios direto no pão, sem frescura. Depois espalhei com os dedos. Se não for o caso, coloque o azeite em um pote e espalhe com um pincel. Salpiquei papoula e um pouco de flor de sal, mas pode usar um salzinho grosso. A receita também fala em pincelar uma gema, mas eu não tinha mais ovo!

Leve para assar por 40 minutos. Para saber se o pão está pronto, você precisa levantá-lo e bater no fundo (pode ser com uma colher mesmo). Um pão pronto fará som de oco. Sirva quentinho com uma manteiga gostosa!

1 comment:

Breno Graeser said...

Eai Py !! Sensacional seu blog, tnho utilizado mto ele ^^ Continue assim !!

Posso sugerir uma receita? eu adoraria saber fazer pq amo, Cinnamon Roll !!! Adoraria ver aqui !! ^^

beijo.