Aug 31, 2012

O bolo da semana passada

Onde foi parar a semana passada?
Passou tão correndo, quase na mesma velocidade em que o bolo aqui em casa acabou.

Não sei quem viu o delicioso post dos 7 anos do Comidinhas, da Ale Blanco. Foi emocionante ler um post de alguém que também tem essa vontade de fazer bolos caseiros nessa nova fase da vida. O marido também ficou mais tranquilo, não sou a única que sente esse desejo inexplicável pela comida de mãe.

E aí, claro, eu tinha que fazer o bolo de fubá que ela escreveu. Há tempos procurava uma receita gostosa, mas não consegui achar alguma. Tentei fazer um diet nas épocas da diabetes gestacional que foi uma catástrofe, parecia pamonha dura e velha.

Este bolo é ótimo, super fofo e molhadinho. Adicionei apenas mais coco ralado e a minha infalível colher de bicarbonato de sódio.

Ah, vale contar o que aconteceu em casa: fui pegar o fubá... E só tinha 1 xícara! Isso não é desculpa para não fazer o bolo, tá? Reduzi a receita toda, peguei uma forma menor e deu certo. Abaixo segue a receita original da Ale com os meus pitacos.

Bolo de Fubá do Comidinhas

1 xícara de chá de farinha de trigo
2 xícaras de chá de fubá
3 xícaras de chá de açúcar
1 xícara de chá de leite
1 xícara de chá de óleo
1 colher de sopa de fermento em pó
1 colher de chá de chá de bicarbonato de sódio
4 ovos
50 gramas de coco ralado [eu usaria 100g, pois coloquei 50g no meio-bolo]
Um punhado de erva-doce seca [não sou muito de erva doce, então não coloquei]

Bata todos os ingredientes no liquidificador ou na mão, com um fouet, em uma tigela. Deixe para acrescentar por último o fermento, o coco e a erva-doce. Misture bem e leve ao forno pré-aquecido a 180°C até ficar dourado [aproximadamente 35-40 minutos].

E o bolo desta semana? Lembram do [bolo de chocolate]? Fiz de novo, adicionando à massa os 50g de coco que estavam sobrando na geladeira e também uma barra de chocolate branco Cookies'n'Cream que estava dando bobeira aqui. Está no forno, deixando a casa toda perfumada!

Aug 17, 2012

É de cenoura

Amanhã, algumas amigas da faculdade virão aqui em casa pela primeira vez. Tem muita gente que não entende essa minha "frescurite", mas as mães que já foram de primeira viagem sabem como às vezes é difícil receber visitas.

O acúmulo de noites mal dormidas, os dias em que tomo café às 14:00 porque o Dani teve cólicas a manhã toda, a falta de banho - calma lá, ainda consigo tomar 1 banho por dia, mas tem dias em que ele acontece só no fim do dia - não nos deixam pessoas muito agradáveis. E temos que concordar que só mãe aceita levar uma resposta atravessada, é compreensiva e esquece 100% do seu mal-humor, né?

Para recebê-las em casa, fiz um bolo de cenoura. O formato cupcake não foi planejado, confesso. Achei que tinha 3 cenouras em casa, e só encontrei 2 na geladeira. O ovo também estava acabando, então tive que reduzir a receita original.

Este é mais um desses bolos que dispensam o "ingredientes e modo de preparo". Bata em um liquidificador 3 cenouras descascadas, 5 ovos, 1 xícara de óleo e 2 xícaras de açúcar. Despeje tudo em um recipiente e adicione 3 xícaras de farinha de trigo, 1 colher de sopa de fermento em pó e 1 colher de chá de bicarbonato de sódio.

Tenho colocado essa colher de bicarbonato em todos os meus útimos bolos e deixo descansar por 5 minutos. A massa fica meio fofa, e o bolo assado fica ainda mais fofinho.

Deixe assar em forno pré-aquecido a 180ºC até que o palito de madeira, depois de espetado, saia limpo. Um bolo grande, tradicional, demora uns 40 minutos. Os bolinhos assaram por 20 minutos e estavam prontos. Para 18 bolinhos, reduzi a receita para 2/3 da original.

Amanhã vai ter brigadeiro fresquinho self-service na hora de comer. Pensei em colocar em cima, decorá-los quase como cupcakes, mas acho que fica mais divertido servir em um pote, e cada uma colocar o quanto quiser. Acompanhado de um chazinho, só faltará a cartela de bingo e as bengalas apoiadas na parede.


Aug 9, 2012

Bolo da semana: Chocolate!

Semana passada acabei fazendo uma criação que deu certo: bolo de maracujá (com pistache moído na massa), cobertura de brigadeiro branco e pistache torradinho picadinho por cima. Nem precisa dizer que a segunda-feira nem viu o cheiro desse bolo, né?

E pra essa semana eu queria algo mais simples. Pensei num bolinho de fubá, talvez um de milho, mas fui no velho e bom chocolate. Também queria algo prático, e peguei as forminhas de cupcake. É tão prático, né? Desembrulha, come e pronto!

Bom, e a receita? Gosto muito das receitas do livro da Magnolia Bakery, elas são infalíveis. Alterei algumas coisas e reduzi a massa à metade - afinal de contas, 9 bolinhos está de bom tamanho! E o melhor: não usei a batedeira, foi na mão mesmo, no melhor amigo fouet.

A receita é bem simples, nem precisa de passo a passo, vai assim, contando em frases como numa conversa com um amigo. Vou escrever a receita inteira, que rende 18 cupcakes, pois as medidas da receita reduzida são mais chatas.

Em um pote, misture 1¾ de xícara de farinha de trigo, ½ colher de bicarbonato de sódio, ½ xícara de chocolate em pó (aquele do Padre mesmo), 1 colher de fermento em pó e uma pitadinha de sal. Esses são nossos ingredientes secos.

Em outro recipiente, um pouco maior, pois toda a massa será misturada nele, coloque ½ xícara de óleo, 1 xícara de açúcar e misture bem com o fouet. Adicione 2 ovos, um a um, misturando bem também. 

Adicione, alternando, metade dos ingredientes secos, 1 xícara de buttermilk caseiro (lembram dele?) e o restante dos ingredientes secos. Sempre que adicionar a farinha à mistura, não bata muito, só incorpore com uma espátula, para que o bolo não fique duro. 

Eu adoro uma pitadinha de canela com chocolate, mas é opcional. Uma tampinha de extrato de baunilha também é bem-vinda. Pimenta? Enfim! Use a criatividade.

Não lembrou do meu buttermilk caseiro? Misture 1 colher de sopa de suco de limão com 1 xícara de leite integral e deixe descansando por 15 minutos. Essa mistureba vai talhar e ficar super estranha, mas funciona!

O segredo para bolos com bicarbonato de sódio é deixar a massa descansando uns 5 minutinhos depois de misturar tudo, e antes de virar na forma. Você vai ver que fica meio cheio de bolhas, fofinha. 

Divida a massa em 2 assadeiras de cupcakes, totalizando 18 cupcakes. Não tem a forminha de papel? Tudo bem, unte a forma com manteiga e açúcar. Pode-se também assar um bolão em uma forma untada com manteiga e açúcar. Sim, açúcar! Dá um crocante gostoso à casquinha, e combina com esse bolo que não é muito doce.

Leve para assar em forno pré-aquecido a 180ºC por 25 minutos. Devore quentinho, com uma colher de doce de leite em cima e um chá bem gostoso.

Aug 3, 2012

Cadê?

Nem eu sei. Onde foi parar a inspiração? Onde estão meus posts?

Eu comecei a categoria dos [Melhores do mundo do meu mundo] e nunca mais escrevi! E tem TANTOS na minha lista mental, mas não consigo sentar e escrever.

Falando em listas, e nada relacionado a receitas e comidas, vi um filme bobinho um dia desses com a Sarah Jessica Parker (I don't know how she does it) em que ela tem mil listas mentais que atormentam suas noites e seus dias. Sério, só eu me identifiquei com isso? Quantas vezes já não peguei o telefone para anotar aquela coisa pra não esquecer? E aí, né? Se ela é tão importante, por que eu esqueceria? Ou então se tem tantos itens assim, por que todos são tão importantes?

Mas enfim, minha cabeça anda nas nuvens, os posts sumiram e não tem muita receita saindo do forno por um motivo lindo que me fez comer que nem a Magali durante 9 meses e que agora me faz comer ainda mais - mais até que o maridão.

A única coisa que tenho pique para fazer é... Adivinhem. BOLO! Claro. Lembram do [bolo cookie]? Esse bolo é hit de sucesso garantido. Mas lá fui eu inovar e, confesso, quando tirei o bolo da forma, achei que tinha dado errado.

Primeiro, troquei os 200g de chocolate meio amargo picado da receita por 400g de Toblerone branco picado. Bom, o que aconteceu? Um pouco do chocolate do fundo grudou e ficou uma bela "tampa" de massa grudada na assadeira. Sorte que foi um grude uniforme, então não ficou muito feio. E esse grudadin' que comemos com colher estava muito bom.

Pra equilibrar o chocolate branco, coloquei 1 colher de sopa de canela, ficou ótimo!

E, a maior surpresa: não sei exatamente qual a diferença da composição do chocolate branco e o tradicional ao leite e/ou amargo. Sem paciência de procurar agora o porquê. Mas acho que alguém que já fez cookies com chocolate ao leite viu que as gotas derretem com o calor, mas não perdem a forma. Então se você assar o cookie/bolo e não cutucar o chocolate molinho, ele endurece e pronto.

Pois é, isso não aconteceu com o Toblerone branco! Ele derreteu e sumiu na massa. O bolo ficou completamente diferente, super molhadinho, parecia que tinha uma calda surpresa escondida ali dentro, injetada uniformemente. O açúcar do Toblerone também derreteu e sumiu, só sobrou as castanhas. A aparência dele não é tão bonita, fica um bolo dourado (por conta do açúcar mascavo) comum, sem a beleza das gotinhas de chocolate ou das bolinhas de M&M, como fiz da última vez.

E foto? Nem tirei, o bolo estava feio, mas gostoso e sumiu. Hoje é sexta-feira, dia de bolo. Entre uma mamada e uma choradeira, lá vou eu pra cozinha. Preciso de receitas novas, estou sempre nas mesmas, alguém aí tem alguma sugestão?