Apr 18, 2011

Registrando coisas que voam

Finalmente aprendi o segredo pra registrar legumes salteados em uma foto! Sabe, aqueles que saem voando de uma frigideira e ficam congelados no ar!?

Antes da aula de hoje, andei fuxicando sobre isso em alguns blogs de fotografia. Tinha aprendido que, para conseguir pegar movimentos muito rápidos, a velocidade do obturador tinha que ser muito rápida também. Cheguei a fazer uns testes, mas não entendia por que as fotos ficavam escuras.

Foto do meu modelo Aspira Pedott, o inconformado do post anterior.
E hoje aprendi que a redução de entrada de luz é uma consequência do aumento da velocidade do obturador. Por causa disso, a foto sai mesmo mais escura. E como compensar? Aumentando o ISO, tema da aula passada. E olha que bonitinho esses macarrões voadores!


Aumentando ainda mais a velocidade, a gente também consegue maior definição de detalhes do movimento. É a diferença nestas duas fotos. Com uma velocidade mais alta, o fio de azeite é capturado mais rapidamente, e fica muito mais definido.


Teoricamente, não há certo e errado entre essas duas fotos. Na verdade eu acho que faltou um pedaço da garrafa do azeite, mas ela era feia, de plástico sem graça... E aí, leitores?! Qual vocês preferem?

3 comments:

Luiza said...

o fio da segunda tá mais bonito, mas nas primeira o pote com azeite ficou mais interessante.
Bjos

π said...

por causa do sol?! bjs!!

Luiza said...

nossa, eu escrevi "nas primeira"! ok, acontece...
não, gostei da cor e por estar mais no cantinho.