Feb 7, 2011

De prateleira cheia

Eu sumi. Voltei pro Brasil, empacotei a casa, desempacotei a casa de novo. Caos da mudança, acho que eu estava até mais perdida que o Milo, meu cachorro.

E no meio dessa confusão toda, ainda sobrou um moooonte de coisinhas pra falar de NY, de restaurantes que eu fui antes de voltar, e claro que eu SEMPRE ficarei antenada com o que acontece no mundo gastronômico de lá. E também estou LOUCA de vontade pra explorar o mundo gastronômico daqui do Brasil, que tem muita coisa nova, gostosa e exótica.

Mas agora na volta, um dos meus maiores orgulhos foi a mini biblioteca gastronômica que veio na mudança. Sem dó nem piedade da carteira, mandei ver em TODOS os livros que eu babei por tanto tempo. Fui anotando e salvando os nomes que via e usava pra pesquisa na biblioteca da FCI, e também os nomes dos livros da biblioteca do Le Bernardin. E antes da volta, comprei todos! Mas eles foram chegando e ficando nas suas próprias caixas de envio, pois o caos da casa era demais.


E na sexta, lá pela 1am, eu consegui desempacotá-los e montar a minha mini-biblioteca, que eu espero que cresça bastante ainda! Queria muito que eles enfeitassem uma prateleira bem bonita da minha cozinha. Mas na nossa atual casa não vai funcionar, pois todos os espaços já foram ocupados pelas tralhas que trouxe. Afinal de contas, se comprei tanto livro, dá pra imaginar quantas panelas também vieram? Mas aí já é história pra outro post...

5 comments:

Mama-Bebê said...

Vou querer fazer uma carteirinha desta biblioteca!! ;D bjos Nadine

π said...

pra você nem precisa de carteirinha! pode pegar qualquer um a qualquer hora!
bjoca

Marilia said...

Que delícia!! Nada como ir colocando as palhinhas do novo ninho! Beijos

Anonymous said...

Faz uma lista deles pra gente, vai?
Thanks

π said...

Vixe! Lista de todos?? Vou colocar pelo menos alguns. Dá pra ver a grande maioria dos nomes se clicar na foto.

- French Laundry de Thomas Keller
- Noma, um livro mais pra viajar do que realmente para fazer as receitas
- Os três livros do Eric Ripert, do Le Bernardin
- On Food and Cooking do Harold McGee, que explica a ciência dos alimentos para não cientistas
- Burger Bar do Hubert Keller, um dos chefs mais simpáticos que conheci!
- Muitos Zagats
- Algumas revistas Art Culinaire
- The Art of Simple Food, de Alice Waters, pioneira do movimento "local & organic