Oct 4, 2010

O Brazuca Casa

"Como você aguenta viver aí nos Estados Unidos sem..."

Já ouvi pão francês, laranja no bagaço, requeijão, sonho de valsa, maguary, bis... A lista vai longe. E engraçado mesmo, eu não sinto muita falta de tantas coisas assim. Claro que eu abuso das minhas visitas, que trazem bolachas água e sal, manteiga Aviação e cachaça, mas é muito mais pela diversão de comer coisinhas assim do que pela necessidade de certos sabores.

Acredito que quando moramos em um lugar, acabamos nos adaptando a ele. O cream-cheese substituiu o requeijão, o pão de forma, o francês, e os Lindts, os Nestlés - nada mal, né? Eu ainda faço um strogonoff de vez em quando, uma lasanha e um risoto, mas não acho que nada é nem muito americano nem muito brasileiro. Os restaurantes que frequentamos são japoneses, asiáticos, italianos, franceses... Enfim, nada muito diferente do que seria em São Paulo, umas coisas a mais, outras a menos.

Mas claro que de vez em quando é muito bom comer certos pratos que são tão familiares ao nosso paladar. E fica mais divertido ainda quando você pode apresentar um pouquinho da nossa gastronomia para uma amiga. Foi com essa ideia que fomos ontem almoçar no [Casa], um restaurante brasileiro no West Village.


O dia estava lindo, temperatura agradável entre 15-20ºC, perfeito pra feijoada aquecer e não pesar muito no estômago. Mas antes disso, começamos o almoço com pastel, coxinha e bolinhas de queijo, o nosso finger food. Vinagrete e pimentinha acompanharam os salgadinhos, que estavam muito bem feitos.


Depois pedimos duas feijoadas para três pessoas, e sobrou um monte! A feijoada de lá é bem saborosa, a farofa crocante e a malagueta agradou muito. Ela até me perguntou: "Se pimenta faz parte da sua cultura, como você é tão sensível e não come nenhuma?" E a minha resposta foi: porque nossa cultura é uma colcha de retalhos, e cada família desenvolve os seus sabores de acordo com as suas origens. Minha avó fazia feijoada, servia com arroz japonês (gohan) e não usava pimenta.


Para finalizar o almoço, um cafezinho passado na hora e brigadeiros. Essa minha amiga até comentou: "Olha! É aquilo que comi na sua casa, mas sem a colher".


Casa: 72 Bedford St
F: (212) 366-9410

1 comment:

Giselle said...

huuummm.... parece delicioso!!! :)