Mar 21, 2010

Onde a farinha dura 4 anos

Na época em que eu ainda morava na California, tive uma conversa muito interessante com uma amiga minha. Ela era de Roma, tinha acabado de voltar de férias de lá. Comentou que havia comido muito, muita massa, muita comida da mãe, saído para beber com as amigas, e que mesmo assim havia perdido 2kg.

A conversa ainda evoluiu para o que há nas coisas que comemos. Por que o pão dura tanto tempo? Tanto faz o comprado na padaria, o tipo italiano ou o pão de forma, mas o que acontece que aqui um pão pode durar meses? Gente, sério, eu fiz o teste. Deixei um pão na geladeira por QUATRO meses, e claro que ele estava duro, mas não havia bolor nem mofo.

A minha primeira conclusão tinha sido de que a umidade relativa do ar tinha um grande impacto nos bolores que crescem em pães, e como a umidade daqui é bem menor, os pães duravam mais. Mas ainda assim a umidade da atmosfera da geladeira não pode ser tão diferente assim no Brasil ou nos EUA, e a pulga continuou ali.

E nesta semana tivemos aula de nutrição de alimentos. Foi interessante, às vezes repetitivo, mas gostei muito de descobrir um pouco mais sobre a nutrição nos EUA. Entre muitos estudos e informações sobre a dieta americana, aprendi muitas coisas que acho que me farão uma engenheira e uma chef melhor. Tudo se resume em poucos pontos. Como definiu nosso professor, "a base alimentar dos americanos é fundamentada em produtos baratos, que durem muito tempo e que sejam fáceis de serem consumidos."

O primeiro ponto é exemplificado pela presença de high-frutose corn syrup em tanto alimentos. Ok, ok, todo mundo que viu [Food Inc.] sabe que há estudos sobre o potencial cancerígeno, alteração de apetite e potencial tóxico. Mas e daí? Milho é barato, serve pra mil coisas, e nesse caso é fonte para um substituto de açúcar, que está presente em Coca-cola, molho de tomate e em yogurt. Usando um produto mais barato e de qualidade inferior, obtém-se produtos finais ainda mais baratos. E milho está na ração da vaca, no pão, no molho da salada e a gente acaba comendo um monte de milho indiretamente. Balanceado, não?

O segundo ponto, o do prazo de validade, é relacionado à farinha e ao pão. O que faz a farinha durar tanto tempo mais? Simples: tire tudo dela que a faz estragar. O que é isso? Fibra e óleos de qualidade presentes no trigo, no milho, na soja. O que vai embora com o óleo e as fibras? Vitaminas e minerais. E aí sem óleo, sem fibras, sem vitaminas, sem minerais, realmente sobra muito pouca coisa pra estragar. E sobra mesmo uma casquinha vazia, que estufa mas não tem nada de bom, e o corpo pede por nutrientes, o que te deixa com fome mais rápido. E o que acontece? Você come mais! Acho que a balança te conta o próximo passo.

E o terceiro ponto, o de serem fáceis de serem consumidos, acho que nem preciso explicar, né? É só entrar em qualquer supermercado e ir à caça de produtos para fazer um jantar do zero - a expressão from scratch - ou então tentar usar misturas prontas, congelados, concentrados, enlatados, coisas as quais é-só-adicionar-água-e-tá-tudo-pronto e chegar a sua própria conclusão.

Pra resumir tudo, fiquei muito feliz com a descoberta do pão. E também extremamente preocupada com onde é que vai parar tudo isso.

4 comments:

Marilia said...

Nossa, o pão em casa tem mofado em menos de uma semana e tanto faz, na geladeira ou fora o prazo é igual...

Anonymous said...

Olá !! Conheci o seu blog atraves de uma citacao em outro blog,e comecei a le-lo e achei muito bacana os seus post.Assim como voce sou apaixonada pelo universo que envolve gastronomia,nutricao,culinaria e cozinha.E desde que me interessei tenho aprendido bastante.E nossa como ja aprendi coisas legais e interessantes que li aqui.Espero poder ter mais tempo de acompanha-lo,uma vez que sou mãe de 2 aguardando o terceiro (a).
Parabens,muito sucesso,boa sorte.
Stephanita

Graziele said...

Olá, parabéns pelo blog!
Eu tenho uma dúvida.. Costumo guardar o pão de forma na geladeira e já tem um mês que ele venceu, mas não está apresentando cheiro alterado, nem mofo. Posso consumir sem receio?

π said...

Graziele, eu faço a mesma coisa, guardo o pão de forma na geladeira e consumo mesmo quando passa da validade. Acho que 1 mês é bastante, geralmente deixo 1-2 semanas a mais, mas concordo que se ele não tem mofo nem nada... Não deve ter muito problema, né?