Jan 22, 2010

A Colher de Pau

Como todo bom engenheiro de alimentos, eu aprendi a abominar os utensílios de madeira. Todos sabem que uma tábua de madeira em que se corta carne e vegetais vira uma Disneylândia para bactérias e fungos, pois não é possível limpar completamente os espaços que existem ali nem secá-la  por completo.

E mesmo assim, depois das inovadoras colheres de silicone, eu não consigo abandonar a minha colher de pau. Eu sei de todos os males e micróbios, e por isso sempre tenho um pacotinho com colheres novas para repor as velhinhas e escuras. Para mim a colher de pau é que nem a rolha de cortiça do vinho. Há aqueles que digam que elas podem ser de plástico e até uma de metal, mas eu realmente acredito que o aroma e reações com a madeira deixam tanto o vinho quanto a comida mais saborosos.

E será que durante o curso vou aprender a substituir a madeira pelo silicone?

1 comment:

Marilia said...

Pois é, ou aí eles descobrem que as colheres de silicone soltam substâncias altamente cancerígenas e volta todo mundo para a colher de pau...