Jan 29, 2010

Beringelando

Enquanto as aulas não chegam - elas começam na segunda, yu-hu! - eu continuo fazendo as próprias experiências gastronômicas em casa. Tudo indica que elas ainda continuarão por um tempo, pois estava estudando as primeiras aulas e vi que o curso começa bem teórico. Calma, gente, não sou TÃO nerd assim, mas depois de ir a Orientation, onde eles explicam funcionamento do curso, matérias, provas etc, eu descobri que preciso ir para a aula com toda a matéria lida e anotada em pequenos cartões que cabem no bolso. Teoricamente isso facilita o estudo para as provas mensais e também para manter os livros em condições decentes, sem molhos e manchas.

Mas voltando a minha osciosidade momentânea, eu resolvi beringelar. Eu nunca fui muito fã de beringela, por um trauma da adolescência onde tive que comer beringela para agradar a mãe que acolhia os amigos do(a) filho(a). Não adianta, eu não revelo quem era a mãe, pois eu sei que alguém vai correndo contar pra senhora que eu comi beringela engolindo sem mastigar.

Mas eu tenho uma mãe que adora beringela, e experimentei uma lasagna muito gostosa lá em Chicago que começou o plano "vamos perder o trauma". Também foi graças ao Sant'Ana e sua beringela na praia que eu criei coragem e comprei uma mini beringela no Fresh Direct para tentar um experimento saudável e gostoso. E é dele a receita que inspirou o meu almoço de hoje.

Você pega a beringela e corta em fatias finas, tipo batata frita. Na panela, vai um dente de alho, meia cebola picada, meio tomate picadinho, orégano, salsinha, sal, 1 colher de shoyu, 1 colher de vinagre e 4 folhas de manjericão, tudo no azeite pra cobrir o fundo da panela. Deixa ali fritando uns 15 minutos. Meu segredo foi colocar um pouco de molho bolognesa que sobrou na geladeira, e deu um gostinho bom da carne, mas só depois da beringela ficar meio transparente. Coloquei tudo em cima de um pãozinho que pulou da torradeira e pronto!

 
(*) Essas quantidades são para 1 almoço não muito guloso de 1 pessoa. A foto não ficou boa, mas quando vi já estava tudo no estômago.

1 comment:

Anna Maria S. said...

Estou gostando de ler, pena que eu tenho essa pouca vontade de por mãos obra.